top of page

O que é oclusão dentária

Oclusão dentária: nome estranho para referir a forma como os seus dentes se relacionam entre si. Todos temos uma oclusão. Boa ou má, desde que nascemos pode ser avaliada, corrigida ou dirigida, ainda que sem dentes é previsível.

Para se obter uma oclusão ideal é necessário que se estabeleça uma correta relação entre os maxilares, e um posicionamento dentário que permita a manutenção de todas as funções orais – mastigação, fonação, deglutição, estética e claro a respiração. Por isso a importância dos hábitos de vida para a manutenção de uma boa oclusão.

Quando se inicia a oclusão dentária?

A oclusão dentária começa nas arcadas dentárias. Os maxilares e o crescimento das estruturas da cabeça começam no 1.º trimestre da gravidez, continua durante toda a gestação para o resto da vida.

Além da posição do bebé na barriga da sua mãe, os fatores genéticos são de extrema importância, no entanto os fatores fundamentais são os ambientais (hábitos de vida, tipo de alimentação, etc).

No parto existem manobras que podem bloquear ou alterar o desenvolvimento dos maxilares ou das atriculações temporo-mandibulares. Segue-se a forma de alimentação. Amamentação é a forma mais segura e fiável para desenvolver os maxilares, a força muscular e a postura da cabeça.

A importância da alimentação correta para os bebés

Falando da alimentação devemos sempre salientar a consistência dos alimentos e a forma como iniciam a mastigação dos bebés. Estes estímulos que muitas vezes são esquecidos transtornam o crescimento dos dentes e a posição que vêm a tomar nas arcadas dentárias.

Seguem-se, no 1.º ano de vida os hábitos que agravam a respiração, como ambientes pouco arejados e excesso de roupa. O bebé tende a respirar mais pela boca. Perde a memória da respiração nasal e a força dos músculos da face. E perde assim, também, a vantagem da expansão maxilar com a língua e o alinhamento dos dentes com os lábios e bochechas.

A ausência de mastigação leva muitas vezes os bebés a ranger os dentes. A ansiedade também leva ao bruxismo e qualquer que seja a causa ou a idade tem de ser avaliado e tratado.

Bruxismo e a oclusão dentária

O bruxismo é uma doença em que há ranger ou apertar de dentes provocando o desgaste dentário. Poderá ser durante a noite ou de dia e pode causar dores no pescoço, enxaquecas, entre outros problemas.

Um dos maiores problemas que ocorrem hoje em dia é a diferença no contacto entre os dentes superiores e os inferiores. Por exemplo, os dentes inferiores estão tão para trás que a pessoa aparenta ter o queixo pequeno, não consegue fechar bem os lábios nem mastigar ou respirar da forma ideal.

Continuando a falar da oclusão devemos salientar que ela não é estática e muda, mesmo que milimetricamente, sempre que há um ato inesperado ou indesejável como extração de um dente, mudança da mastigação, traumatismo/acidente ou até uma pequena restauração dentária.

A forma ideal de prevenção é criando bons hábitos e a melhor forma de correção passa por ter uma boa manutenção de todas as funções da boca (mastigação, fonação, deglutição, estética e apenas respirar pelo nariz).

A ortopedia funcional dos maxilares tem uma abordagem pouco invasiva respeitando a fisiologia de cada pessoa, ou seja, sem dor recupera a oclusão, remodela os maxilares e torna os sorrisos lindos e luminosos.

Se quer ter uma boa oclusão deve adotar bons hábitos:

  1. Mastigar bem (amamentar bem);

  2. Alimentos naturais não processados;

  3. Cuidado com a postura;

  4. Boa higiene do sono.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page