top of page

Proteja-se com o Método Buteyko

Aprenda a respirar usando a normalização da respiração Buteyko quando o ar é perigoso.

Recentemente recebi e-mails de pessoas na Califórnia, Oregon, Montana e outros estados a perguntar como respirar com o método Buteyko quando o ar está cheio de fumo dos incêndios florestais. Também ouvi reclamações dos meus vizinhos em Crestone, Colorado, sobre alergias, olhos lacrimejantes e gargantas arranhadas provocadas pelas cinzas no ar. Mesmo que não houvesse incêndios em Crestone ou nas proximidades, aqui como em muitos lugares, o céu parecia nebulado devido a uma onda considerável de incêndios florestais. Devo admitir que não senti nenhum desconforto porque os poluentes no ar não afetam grandemente as pessoas cuja Pausa Máxima Positiva está em torno de 40 a 60 segundos ou mais. Mas infelizmente, a Pausa Máxima Positiva da maioria das pessoas é de apenas 10 a 20 segundos ou até mais baixa; neste caso, o ar poluído causa sofrimento. (Para entender o sistema de medição de respiração Buteyko, clique aqui – em inglês). Se a Pausa Máxima Positiva for baixa, o ar poluído irá diminuí-la ainda mais, fazendo com que a pessoa se sinta mal e desencadeando vários sintomas, que podem ou não estar relacionados com o sistema respiratório. A boa notícia é que, ao controlar sua respiração aplicando o método de Normalização da Respiração Buteyko, deverá assim ser capaz de minimizar ou evitar esta situação. Abaixo estão as minhas recomendações sobre como o fazer.

Como fazer a Normalização da Respiração Buteyko

1. Respire pelo nariz.

O nariz é o nosso purificador de ar final: deixe-o fazer o seu trabalho. Portanto, ao respirar pelo nariz em vez da boca, irá absorver a quantidade mínima de poluentes ou possivelmente nenhum. – Se não for capaz de inalar exclusivamente pelo nariz enquanto fala, evite conversas desnecessárias, especialmente se elas ocorrerem ao ar livre. (aprenda a manter a respiração nasal enquanto fala.) – Certifique-se de que não respira pela boca à noite. Se descobrir que o faz, mude para a respiração nasal tapando a boca com um pequeno pedaço de fita adesiva/penso rápido.

2. Minimize o seu consumo de ar.

O Dr. Buteyko descobriu que o excesso de respiração é um vício dos tempos modernos. Segundo ele, a maioria das pessoas consome de 2 a 10 vezes mais ar do que o corpo requer. Isso significa que quando o ar está cheio de fumo, muitas pessoas absorvem entre 2 a 10 mais cinzas e outros poluentes do que poderiam. Mudar para padrões de respiração mais naturais e reduzidos cuida desse problema. Aqui estão algumas maneiras de realizá-lo:

– Mais uma vez, respire pelo nariz. As aberturas das narinas são menores que a boca; respirar pelo nariz reduz o consumo de ar. – Quer você respire pelo nariz ou pela boca, tente ao máximo inalar o ar devagar, com cuidado e o mínimo possível. Este deve ser um processo agradável que não crie uma sensação de falta de ar. Caso contrário, você está a aplicar esta técnica incorretamente. Ouça as Meditações de Normalização da Respiração para aprender a praticar esta técnica.

– Se treinar o uso de um cinto para melhorar a normalização da respiração, aplique essa técnica especialmente ao ar livre.

3. O stress é contagioso. Não se deixe afetar.

Claro, o tempo dos incêndios florestais é stressante. O stress cria um efeito dominó afetando negativamente a respiração, diminuindo o nível de CO2 e provocando problemas de saúde. Então, para permanecer funcional durante os tempos difíceis e proteger a sua saúde, precisa diminuir o nível de stress. Algumas pessoas podem fazê-lo meditando ou substituindo os seus pensamentos preocupantes com afirmações positivas. Se não pertence a essa categoria, considere usar ervas medicinais para aliviar o stress. Eu recomendo Ashwagandha (também conhecido por “ginseng indiano”), Erva de São João (Hipericão) ou raiz de Valeriana. O Dr. Buteyko gostava particularmente de valeriana porque facilita não só um estado de ânimo mais calmo, mas também padrões de respiração mais pacíficos.

4. Ajude seu corpo a gerar CO2.

Quando o ar está cheio de fumo, muito provavelmente, você estará a perder CO2: certifique-se de que tem o suficiente para libertar. Abaixo estão algumas maneiras simples e seguras para criar um excedente de CO2: Quando o ar está cheio de fumaça, muito provavelmente, você estará perdendo um pouco de CO2: portanto, certifique-se de que tem o suficiente para soltar. Abaixo estão algumas maneiras simples e seguras para criar um excedente de CO2: – O exercício cardio longo e suave quase sempre aumenta a Pausa Máxima Positiva em 5 segundos ou mais. Quando os poluentes penetram no ar, evite exercícios no exterior; em vez disso, vá a um ginásio com ar condicionado. Passe entre 30 e 60 minutos numa esteira ou elíptica; Evite respirar profundamente, de forma barulhenta e pela boca. – Pratique a respiração cantarolando – inspire apenas pelo nariz e divirta-se. – Se aprendeu a suspender a Respiração, faça uma breve pausa informal de 1-3 segundos ao longo de um dia inteiro. O Dr. Novozhilov recomenda fazer entre 500 e 1000 por dia. Por fim, use o bom senso: se sua Pausa Máxima Positiva estiver baixa, fique dentro de lugares com ar condicionado. Esteja a salvo!

por Sasha Yakovleva – 24 de Agosto de 2018

2 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page